Blog do Dr. André Mansur

Doe Amor: Precisamos de ajuda! Precisamos muito!

Escrito por Patricia Sales em 22 de setembro de 2017

doe-amor-precisamos-de-ajuda-precisamos-muito

Peço licença para compartilhar com vocês um momento muito doloroso de minha vida e de minha família. Há pouco mais de um ano e meio, minha mãe esteve internada em um hospital, em estado muito grave, e precisou de seguidas doações de sangue.

Na época, pedi ajuda a nossos conhecidos. Porém, para a minha mais absoluta surpresa, a maior parte das doações veio de amigos virtuais, cuja amizade se construiu através das redes sociais.

Preferindo falar das surpresas agradáveis, pessoas que nunca me viram na vida, pessoalmente, saíram de suas casas, em vários cantos do Brasil, e se destinaram aos Hemocentros espalhados por todo o território nacional, para doar SANGUE!

Quando a responsável pelas coletas do hospital onde minha mãe estava contou-nos que os estoques locais haviam sido repostos com grande folga, eu estava dentro de uma baia do CTI com minha mãe.

Eu nunca, e repetirei isso tantas vezes quantas eu puder, NUNCA vou esquecer do sorriso de gratidão da pessoa que mais me amou nesta vida, e de suas mãos postas em oração, como se estivesse dizendo, ainda que entubada, o quanto ela estava feliz por receber estes gestos de amor, vindos de tanta gente que nem mesmo nos conhecia.

Deus nomeia anjos para cada caso. E, naquele momento de tamanha dor, emissários anônimos deram seu tempo e seu sangue por nós. E eu nunca irei esquecer disso.

Neste momento em que nosso País se encontra, em que pensamos se existem, ainda, pessoas boas, de caráter e de coração limpo, eu posso garantir a vocês que SIM!

Há uma legião de cidadãos, de mulheres e homens que se importam mais do que consigo mesmos. Pessoas que saem de suas casas e vidas para aliviar a dor de seus semelhantes. Não somente doando sangue, mas, principalmente, doando AMOR!

Prometi, naquele dia, que iria aproveitar da visibilidade que conseguimos, seja em função de minha vida profissional, seja através das redes sociais, para levar nossa história ao maior número de pessoas possível, para que possa tocar o coração de outros, que nem imaginam o quanto podem ajudar quando praticam o nobre gesto de doar sangue!

O mês de junho é um dos mais fracos em doações. Precisamos de vocês, novamente. Não para doar para uma pessoa específica, como o fizeram para minha mãe, mas para entregar vida a quem ainda nem sabe que irá precisar.

O que é mais fantástico, todavia, é que as pessoas que doam acabam se tratando simultaneamente àqueles a quem ajudam. O amor incondicional, altruístico, cura nossas almas e corações da mais grave moléstia que pode acometer um ser humano: o egoísmo!

Aprendi muito dentro do CTI. Mais do que eu deveria. Quero honrar minha mãe, a mulher mais maravilhosa que tive a honra de conhecer e conviver, mostrando a todos a importância de ajudar alguém, independentemente de conhecermos ou não esta pessoa.

Quero dedicar cada segundo de minha existência a ajudar e a pedir ajuda, em nome daqueles cujas vozes estiverem silentes, mas que tanto nos dizem com seus olhos de ternura e carinho.

E em nome de todas essas vozes caladas, eu imploro:

DOEM SANGUE! POR FAVOR!

POR AMOR!

André Mansur Brandão


Nota

Posto abaixo o link de meu pedido de doação na época em que minha mãe estava no CTI. Ele reflete não somente o momento pelo que estávamos passando, mas, principalmente, a necessidade de milhares de pessoas por todo o Brasil. E vocês, com a bondade de seus corações, podem ajudar de uma forma que nem mesmo imaginam!

 

LINK: https://www.facebook.com/andremansuradvogadosassociados/photos/a.346249525387856.94295.341399965872812/1122640381082096/?type=1&theater


Deixe uma resposta